quinta-feira, 22 de junho de 2017

Processo de Colorização no Computador.



Olá pessoal. Espero que estejam todos bem. Já estou muito tempo sem postar algumas coisa, vou ver se preparo alguma coisa para dar continuidade ao blog. Mas também não tenho desenhado nesses tempos. 
Hoje conclui um desenho que fiz baseado em um sketch (rascunho) que fiz. Vou compartilhar os passos do processo de finalização no computador. Pode utilizar Photoshop, ou Clip Studio Paint ou mesmo Paint Tool Sae, fica á seu critério.


1 º As linhas do desenho, as formas são feitas de uma maneira limpa. Só para termos noção da forma do desenho mesmo.

 2º Com base na linha definimos as core principais e a silhueta da figura em uma outra camada. É através desse passo que vamos finalizando o desenho por cima adicionando detalhes. Usei o pincel macio

3º Mudei para um fundo preto para ter melhor noção da figura e visualizar possíveis falhas na pintura. O fundo preto é feito em outra camada. E detalhes adicionais são colocados.

4º Em uma outra camada a sombra da lamparina e adicionada. E em outra o efeito de luz. A iluminação das chamas e feita em outra camada também separada.

5º Aqui o vidro da lamparina é finalizado apagando a cor em alguns pontos. O brilho das chamas é ressaltado e dispensamos a camada de contorno.


6º Finalmente os últimos procedimentos. Um brilho é insinuado no vidro da lamparina em camada separada. O fundo é feito usando um degrade com azul escuro e pontos brancos para imitar estrelas são desenhados com ferramenta que imita spray.


É isso pessoal espero que tenham gostado. Se quiserem dar uma olhada em alguns outros desenhos visitem:


Até  próxima.



sábado, 4 de março de 2017

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Speed Drawing.


Olá, como vão? O post da vez é um Speed Drawing de um personagem cartoon que fiz. O 1º vídeo é o contorno mas depois pretendo postar a finalização com cores. Bem legal para ver como formas simples podem ser usadas para fazer um desenho. Vamos lá.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Usando Formas Geometricas para Desenhar Rostos Cartoon

Na postagem anterior falei de como as forma geométricas para construir um desenho simples. Como as formas geométricas são fundamento para o desenho vou dar aqui alguns exemplos de como podem ser utilizadas para construção de rostos do tipo cartum.

Vou usar três formas geométricas para dar exemplo: triangulo, oval e quadrado.

1º Desenhe as formas básicas. Trace uma linha base que ira limitar o meio do rosto; essa linha serve de controle caso se queira fazer o rosto virado em outra posições ( veja os exemplos utilizados, virado para frente meio de lado e perfil).


2º Em seguida adicione detalhes. Olhos são normalmente círculos, ovais; lembre-se formas geométricas. O nariz também é uma mistura de formas normalmente triângulos, retângulos ou quadrados. A boca pode ser uma linha, enquanto as orelhas são linha curvas.
3º Aqui o rosto é refinado e detalhes como cabelos são acrescentados. As vezes usar alguma referencias de cabelos de pessoas ou fotos pode ajudar; o cabelo pode ser feito de diversas maneiras, com poucas linhas com no "exemplo triangulo", com conjunto de linhas curvas como no "exemplo oval" ou linhas retas  demarcando o limite do penteado como no "exemplo quadrado".

4º As linhas guia em excesso são apagadas deixando somente o contorno do desenho.


A sobreposição dos passos anteriores:



5º Detalhes finais são adicionados, como íris do olho e marcas de expressão; e correções são feitas como no cabelo, proporção do olho, etc. E aqui também o traço é refinado.

6º Depois é finalizar o desenho da maneira que desejar. Estou finalizando digitalmente, mas o método pode variar. Eu finalizo digitalmente para ganhar alguma experiência mas você pode finalizar como quiser.




Isso é tudo por hoje. Espero que tenha ajudado e que também tenham gostado. Visitem também o meu outro blog onde postei meu primeiro desenho de 2017.

http://dragondensetsu.blogspot.com.br/2017/01/primeiro-desenho-de-2017-personagem.html

Até a próxima.

domingo, 1 de janeiro de 2017

Desenhando Charges.

Olá pessoal. Feliz 2017 para todos, muita paz e alegria . Tudo de bom e que tudo corra bem nesse ano.

Para começar vamos falar das charges que normalmente se veem no jornal. Elas também são consideradas uma forma de cartum. Tanto que como mencionado no post anterior, o inicio do cartum foi justamente como uma forma de critica politica na forma de desenhos satíricos.
Esses tipos de desenhos, em sua maioria, são feitos de maneira bem instintiva. Apesar disso ele seguem um padrão de linhas bem especifico, que uma vez criada e memorizada pelo autor tornar o traço mais leve e coerente. Muitas vezes vemos desenhistas desenhando quase sem utilizar linhas base, mas isso é porque depois de muito tempo ele visualiza os padrões de sua obra mentalmente. Os desenhos são simples devido á sua base de construção, normalmente junção de formas geométricas simples. Veja as linhas de construção utilizadas em amarelo nos exemplos:

Imagem da Internet.

Imagem da Internet.

Imagem da Internet.
Fazendo um desenho.

Por isso foi dito para treinar exaustivamente linhas e formas geométricas. Como esse tipo de desenho é bem simples vamos nos focar nas formas, fazendo alguns desenhos.

1º Desenhe formas básicas. A cabeça na maior parte das vezes são elipses ou círculos. Aproveite também para fazer os narizes com elipses. O corpo pode ser um quadrado ou retângulo (também para as pernas e braços), bem como também círculos ou ovais , depende da sua criatividade. Uma linha para que possa se guiar onde é o centro do personagem também é bem vinda, pois quando ele está de lado a perspectiva deve ser levada em conta. Veja em azul:





2º Logo em seguida os detalhes são adicionados. Lembre-se por se tratar de um desenho cartum tipo charge aas linhas devem ser tratadas de forma instintiva, básica. Tem que se passar uma ideia ao mesmo tempo que mantem o traço caricato. Justamente esse senso de traço caricato que nos dá certa liberdade para tratar o desenho, na maioria das vezes os detalhes são insinuados de forma bem simples mesmo. Veja em vermelho:




3º Nesta etapa as linhas são refinadas e detalhes finais são inseridos. Linhas das roupas e das expressões. Veja em preto por cima das etapas anteriores, seguido do desenho pronto:

4º Caso queira finalizar o desenho, da técnica á sua escolha. Aqui eu finalizei digitalmente:



Lembrando da etapas.

Existem diversas maneiras e combinações possíveis que se pode usar com  as formas geométricas e linhas. Como disse isso é de acordo com a criatividade de cada um. Nesse estilo de desenho charge o importante é saber que ideia quer passar. É um estilo simples e que tem força, apesar de ser divertido.
Eis alguns exemplos lembrado das etapas anteriores:

1º Formas e linhas base.


2 º Definindo detalhes.

3º Refinando o desenho e definindo os detalhes finais.


4º Dando cor. Seja digitalmente, á lápis, tinta ou qualquer outro meio.



Considerações finais.

Bem pessoal, isso é tudo por hoje. Espero que tenham gostado. Achei interessante começar com algo simples e descompromissado. A ideia principal é de usar as formas básicas para criar personagens caricatos do tipo charge, por isso treinem das mais variadas formas, observem algum artista desse estilo que vocês gostem e trace as linhas de construção para aprender. Espero sinceramente que tenham gostado.

Até a próxima.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Cartoon (ou cartum).

Primeiro vou começar pelo estilo cartoon (cartum). Por se tratar de um estilo mais simples e que utiliza formas bem básicas de construção é perfeito para começar. E como já estou um tempo sem desenhar é legal para ganhar firmeza no traço. Estarei fazendo os traços no computador, pois assim é mais fácil editar as imagens para que vocês possam ver com clareza o passo á passo além de ser um bom exercício para mim treinar no pc), mas podem usar lápis ou lapiseira em uma folha de papel.
Vamos primeiro conhecer um pouco sobre esse estilo.

TIRINHAS.

O cartoon começou como um modo de protesto, através de tirinhas satíricas sobre o meio politico m geral na Europa. Hoje utilizado em todo mundo para esse mesmo proposito, mas estendendo-se para acontecimentos gerais e não somente em politica. Pensamentos filosóficos também são bastante recorrentes e observações cotidianas chamam bastante atenção. Dentre esse tipo conhecido como tirinhas são bem conhecidos Hagar O Horrível (Dik Browne), Garfiel (Jim Davis), as tirinhas de Angeli, Calvin e Haroldo (Bill Waterson).
O estilo do desenho é bastante simples. O traço geralmente é feito de forma bem instintiva, normalmente usando formas geométricas bem simples.

Imagens da Internet.

 QUADRINHOS E ANIMAÇÃO.

Devido á alguns ponto que se assemelham ás tirinhas. O termo Cartoon passou á se usado também para definir o estilo de desenho de alguns tipos de quadrinhos e de animação. No inicio (alguns desenhos animados até hoje) as semelhanças eram bem poucas. Mas como todo tipo de arte ela evolui, desta vez evolui de uma maneira que possui segmentos dentro dela.
Algo comum é a grande demanda de personagens antropomorfizados, isto é, animais que possuem feições e movimentação que lembra seres humanos. Um bom exemplo são os personagens do Lonney Tunes, Cartoon Network e Disney.

Imagens da Internet.

Há também dentro deste segmento desenhos que contam historias curtas os fabulas, usando personagens humanos estilizados. Os Simpsons são um bom exemplo de curtas humorísticas com traços exagerados, enquanto a Disney se mantem com traço estilizado que mantém a proporção de um corpo humano normal (com alguns ressaltos relevante, quando necessário) e com um definição desproporcional dos olhos e cabeça em relação ao corpo.

Imagens da Internet.

É isso por enquanto. Na próxima já vou começar a rabiscar. Enquanto isso vão treinando as linhas e formas que mencionei no post sobre "Alguns Conceitos Importantes".

Definindo um Estilo.

Uma coisa importante no desenho é ter em mente "o que se quer desenhar". Criar uma meta e focar nela. Para isso é necessário escolher o estilo de desenho a qual esteja mais familiarizado ou que queira aprender.
Há diversos estilos de desenhos; mangá, comix, cartoon, realista, etc. No decorrer dos tempos falarei sobre um ou outro. Lembrando que se focar em um estilo não quer dizer que você vai se prender á ele. Você pode, sim, alternar outros estilos... na verdade até recomendo isso quando você já tiver familiaridade com o estilo inicial, pois experimentar implica em uma fase de descoberta  e com isso você pode acabar desenvolvendo um estilo próprio.